Guia pós-pólio

Um guia para portadores de pós-pólio com o que deve e não deve ser feito,
terapias gerais e coisas que devem evitar

As seguintes informações foram disponibilizadas com a permissão da Esther Seal Society de Washington. As opiniões expressas são aquelas dos escritores individuais, e não necessariamente constitui um endosso ou aprovação pela Esther Seal Society ou Polio Outreach Advisory Council ou o Lincolnshire posta Polio Network. Embora não implica endosso, é como um serviço para aqueles que estão buscando tais informações. Sempre consulte seu médico antes de tentar qualquer coisa recomendada neste informativo ou qualquer outra publicação.

O que segue é um guia geral prático para pacientes de pós pólios usarem e resume o pensamento atual sobre a pós pólio. Vai ser de muito valor para os que buscam informações mais específicas.

01. Use algum tempo para descanso. Cochile ( se possível) Durante o dia, trabalhe menos horas , e tire férias mais longas.

02. Se você está experimentando fraqueza muscular crescente, faça exercícios somente sob a supervisão de um médico habilitado.

03. Verifique se está ingerindo alimentos nutritivos.

04. Estar alerta para (mas não obcecado com) mudanças em seu corpo, e prestar atenção aos seus sinais.

05. Tome nota de quaisquer sintomas novos mais claro ou mudança gradual.

06. Fazer exercícios suficientes para prevenir atrofia de desuso, mas não o bastante para produzir dano por uso excessivo.

07. Aprenda você mesmo novo ritmo para andar.

08. Previna as complicações secundárias de fraqueza, particularmente quedas. Podendo vincular o uso de muletas, bastão de caminhada ou uma bengala, uma cadeira de rodas para trajetos mais longos, ou outro equipamento adaptável.

09. Evite ganho de peso. Peso demais somente agrava o estresse em juntas e músculos.

10. Considere adaptações possíveis para a queda no seu estilo de vida fazendo ajustes (mudança em passatempos ou modos de transporte pode ajudar).

11. Não espere que todo médico compreenda completamente os problemas da pós pólio. Eduque você mesmo e nunca hesite em perguntar.

12. Minimize uso de álcool, particularmente em hora de dormir. Álcool inibe a deglutição, interfere com a nutrição, e causa quedas e acidentes.

13. Mantenha uma atitude realista para sua saúde. Aceite mudança, adaptações, e nunca iguale seu valor uniforme com inabilidades físicas.

14. Leve os resfriados comuns muito seriamente.

15. Aumente o consumo de fibras em sua dieta. Evite estimulantes laxativos.

16. Avaliação médica de pacientes pós-pólio deve incluir uma história completa, exame físico, e estudos laboratoriais apropriados.

17. Avaliação da força muscular deve ser feita por um fisioterapeuta registrado ou alguém familiar com doença neuromuscular. É aconselhado testar os músculos todo ano mesmo sem existir nenhuma mudança óbvia.

18. A recomendação atual é aquele que todos pacientes pós-pólio tenham uma avaliação médica completa cobrindo as três áreas principais afetadas pela pólio: Neuromuscular, circulatória e respiratória.

19. Problemas com extremidades ou função conjunta pode requerer consulta especial de fisiatras, ortopedistas, e/ou neurologistas familiarizados com deformidades esqueléticas e fraqueza de músculo.

20. Experimentos físicos ou terapias ocupacionais podem ajudar a determinar perdas funcionais e como melhor adaptá-las.

21. Alongamento muscular e exercícios de extensão conjunta de movimento são importantes onde existe fraqueza de músculos.

22. Natação melhora a resistência cardiovascular e condicionando exercício geral. Água deve estar morna (pelo menos 32 graus).

23. Evite qualquer exercício que cause dor, fraqueza, ou fadiga muscular, incluindo o caminhar.

24. Músculos enfraquecidos por pólio, pouco respondem para vigoroso programa de fortalecimento . Programas tal como levantamento de peso, freqüentemente agravam a condição.

25. Cada um deve conhecer seus próprios limites de força ou resistência, e evite ir repetidamente a estes limites.

26. Devemos evitar narcóticos por qualquer razão. Aspirina é preferida como um analgésico para dor muscular ou articulação .

27. Terapias ocupacionais podem avaliar função da extremidade, atividades diárias, e a necessidade por dispositivos assistivos pode ajudar alcança um nível mais alto de independência possível.

28. Descanso é o melhor tratamento conhecido para dor muscular. Calor úmido, medicação anti-inflamatória, e evitar esforço também pode ajudar.

29. Fisioterapia – calor, massagem, mobilização articular, e exercícios de alongamento – podem ajudar a reduzir as dores lombares crônicas.

30. Padrão de caminhar, tão como usar muletas, pode ser necessário para prevenir recaída de dores lombares.

31. Você deve aprender a conservar energia.

32. Uma vez reabilitado, o paciente deve-se ser reavaliado e ensinado-lhe novas técnicas para substituir aquelas que não funcionam mais.

33. O posicionamento corporal durante sono é importante para pacientes pós-pólio com fraqueza severa e deformidades conjuntas posturais.

34. Aqueles com reserva respiratória marginal no nível do mar devem ser preparados para uso de ajuda respiratória quando viajarem a altura de 3,000 pés.

35. Todo mundo com insuficiência respiratória é aconselhado conseguir vacinação da gripe outorgando pelas diretrizes e recomendações do Serviço Público .

Compilado pelo Post Polio League.